Solidariedade aproxima pai e filho depois de 30 anos

Seu Aluizio e o filho Salomão que não via há 30 anos, com o restante da familia, a esposa 'Tia' Maria e o irmão Melque. Foto: Divulgação.

Um presente de aniversário antecipado. Foi o que recebeu nesta semana o senhor Aluizio Firmino. No dia 13 de Agosto ele comemora 80 anos de vida.

O que a vida nos proporciona ninguém sabe, o destino muitas vezes nos prega cada peça que nem nós mesmos entendemos.

Seu Aluzio há muitos anos atrás resolveu juntamente com sua família residir aqui em nosso município com sua esposa e dois filhos. Mas alguém ficou muito distante. Este alguém muito especial fruto de um relacionamento anterior. Este alguém chama-se Salomão Maciel, seu filho.

O tempo foi passando e a modernidade entrando dentro de nossas casas, modernidade esta que reaproximou pai e filho.

Há pouco tempo uma cunhada de Salomão resolveu ajudar. Vai daqui, vai dali até que conseguiu saber o nome do pai de Salomão, seu Aluzio.

A internet fez com que esta cunhada conseguisse saber onde estava o seu Aluizio. Contato vem, contato vai, Aluzio daqui, Aluizio dali, até que se chegou realmente ao pai de Salomão. É só olhar para um e para outro já dá para perceber que um é a cara do outro.

Depois disso as conversas começaram entre pai e filho via redes sociais. Mas o sonhos dos dois era a aproximação. O sonho dos dois era aquele apertado de pai para filho. Seu Aluzio com problemas de saúde nunca desistiu de conhecer o filho, de revê-lo novamente. A mesma coisa acontecia com o filho, sabe onde? Em Goiânia. Distante vários quilômetros de Capão da Canoa. Tanto pai como filho nunca desistiram.

Com o agravamento na saúde, seu Aluizio teve que ser hospitalizado, ficou alguns dias no Santa Luzia, e a vontade de ver o filho aumentava, Salomão afirmou que quando soube que o pai estava hospitalizado, pensou varias vezes: Será que vou conseguir meu pai vivo ainda? A situação financeira, assim como para muitos brasileiros lhe impedia de realizar seu sonho. Até que pessoas solidárias resolveram “comprar a briga” e fazer com que o sonho se tornasse realidade.

Numa campanha realizada pela Rádio Horizonte começou a luta. Muitas pessoas colaboraram, assim como amigos da família.

Muitos colaboraram e citar nomes fica difícil, porque faltaria espaço. Foram pessoas de todas as classes sociais que colaboraram com qualquer valor. Não importava a quantia, mas sim chegar ao resultado. E tudo transcorreu da melhor forma possível, porque as passagens já estavam compradas e na terça-feira, dia 18, Salomão chegou.

Momento emocionante, onde depois de mais de 30 anos Pai e Filho puderam se abraçar e juntos choraram de alegria.

Salomão foi recepcionado não somente pelo pai, mas também pela esposa do seu Aluizio carinhosamente chamada por ele de Tia Maria, e também pelo irmão Melque.

Agora é aproveitar os dias que ficará juntamente com a família. Seu Aluizio e seu filho Salomão com certeza terão muito tempo para colocar o papo em dia e aproveitar o que a vida sempre nos proporciona, e acima de tudo como os dois dizem, agradecer a Deus e as pessoas que anonimamente colaboraram para que este momento especial se transformasse em realidade. Isso demonstra que sempre temos que sonhar. Sempre acreditar que as coisas realmente acontecem.

 

 

Rubenir Fernandes

COMPARTILHAR