Por que a fome aumenta no frio?

Corpo necessita de mais energia para manter temperatura normal / Foto: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

É comum associarmos os dias frios ao repouso, aos programas que requerem menos exercício e, principalmente, às guloseimas. Isso é natural porque neste tempo, além de ficarmos mais sonolentos, também sentimos mais fome. Não sinta culpa: há justificativas biológicas para isso.

A nutricionista Nelly Yoneyama, do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco, explica que há uma relação entre baixa temperatura e maior busca por alimentos, sobretudo os calóricos. “O corpo sente necessidade de compensar as calorias extras que queimamos no frio pelo aumento do metabolismo basal”.

O organismo precisa manter a temperatura interna por volta de 36ºC, o que significa um maior esforço e gasto de energia no frio. “Dessa forma, funções simples do dia a dia utilizam 10% mais combustível no inverno em comparação com verão”, comenta Yoneyama.

De acordo com a nutricionista, em baixas temperaturas a queima de gordura é acelerada para produzir calor, de modo que existe um mecanismo que nos faz ingerir mais calorias. É por esse motivo que, geralmente, optamos por alimentos mais gordurosos no frio, deixando de lado as frutas, saladas e outras comidas mais leves.

Wagner Nascimento / Somar Meteorologia

COMPARTILHAR