Fraude no Detran RS causou prejuízo de R$ 450 mil

"Operação Transitório" da Polícia Civil cumpre 18 mandados de busca e apreensão relacionados ao Detran RS. Créditos: Assessoria Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul desencadeou na manhã desta terça-feira a Operação  Transitório no Departamento de Trânsito ( Detran). As fraudes aconteciam fora do horário de expediente envolvendo alterações em cadastros de veículos.

Foram cumpridos 18 mandados de de busca e apreensão em sete municípios e quatro de prisões temporárias em Porto Alegre e Santo Antonio das Missões.

Dois servidores alteraram informações relativas a pelo menos 322 carros no Estado, causando prejuízo ao Detran, até o momento, de R$ 450 mil. Foram identificadas 955 operações no sistema dois servidores alteraram informações relativas a pelo menos 322 carros no Estado, causando prejuízo ao Detran, até o momento, de R$ 450 mil. Foram identificadas 955 operações no sistema.

Mudança de endereço de proprietários dos veículos, alteração de endereço de entregas de documentos veiculares (como o Certificado de Registro do Veículo), alterações de números de motor e do Renavam, liberações para uso de diesel, liberações de restrições administrativas, troca das numerações de chassi (estratégia para fazer clonagem) e  transferências de veículos de pessoas falecidas, eram as fraudes que ocorriam.

COMPARTILHAR