Capão da Canoa receberá reforço de 15 policiais militares

Foto: Rafael Silva/BM

Anúncio foi feito na quarta-feira (19), após reunião dos prefeitos do litoral norte na Secretaria de Segurança Pública

 

Capão da Canoa irá receber, nas próximas semanas, o reforço de um efetivo de 15 policiais militares para atuar no município. A informação foi confirmada pelo Secretário Estadual de Segurança Pública, Cézar Schirmer, na quarta-feira (19). No mesmo dia, os prefeitos do litoral norte se reuniram com na Secretaria de Segurança Pública para tratar do tema.

O Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, afirma que este é um grande passo para a cidade, depois de muita insistência por parte do executivo municipal juntos aos órgãos competentes do estado. “A atuação do município em relação à segurança pública é muito restrita, mas estamos trabalhando muito nessa área dentro das nossas responsabilidades, pois é nosso dever garantir qualidade de vida pra população”, diz.

No dia 22 de junho, a Prefeitura de Capão da Canoa apresentou um projeto de modernização para o município. A iniciativa, que é pioneira na região, tem como objetivo oferecer aos cidadãos mais segurança, além de ofertar diferentes mecanismos de controle do município ao poder público e tornar a cidade referência em inovação.

O foco do executivo municipal é dar mais segurança ao morador de Capão da Canoa através da instalação de câmeras de monitoramento, câmeras de reconhecimento e câmeras com analíticos, algoritmo que analisa os fatores da cena para traçar riscos e probabilidades.

Além disso, existe a iniciativa de proporcionar sinal livre de internet em diversas praças e áreas públicas, que com a medida visa promover lazer e inclusão digital aos moradores do município, bem como aos visitantes. Com o projeto, além de gerar mais economia aos cofres públicos, a Prefeitura oferece mais serviços aos contribuintes.

A Brigada Militar formou, na quarta-feira (19), 157 novos soldados que vão exercer atividades de polícia ostensiva. A cerimônia do curso superior de Tecnologia em Aplicação de Polícia Militar ocorreu no Parque General Osório, em Tramandaí.

Iniciada em 16 de dezembro de 2016, a capacitação envolveu 1.600 horas-aula e englobou disciplinas humanísticas, profissionais e técnicas, tais como direitos humanos, sociologia da violência, policiamento comunitário, defesa pessoal, medicina legal, policiamento ostensivo e direito penal.

 

Bernardo Zamperetti

 

COMPARTILHAR