Anvisa reduz em R$ 9,2 milhões preço do remédio mais caro do mundo

A aplicação do Zolgensma precisa ser feita antes de eu completar 2 anos de idade. - Cátia Sulzbach

O medicamento Zolgensma, conhecido como o remédio mais caro do mundo, e que no Brasil custa cerca de R$ 12 milhões, pode ter uma redução significativa de preço.

Publicação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desta terça-feira (8/12) tabelou que o valor de fábrica do produto no Brasil não deve custar mais do que R$ 2,8 milhões, uma redução de 76,7%. Este é o primeiro passo para que o medicamento esteja disponível no Sistema Único de Saúde (SUS).

O Zolgensma é usado no tratamento de crianças com atrofia muscular espinhal (AME), doença genética que compromete o sistema nervoso e leva à morte já nos primeiros anos de vida, caso não tratada. Este remédio é a única esperança para crianças que são diagnosticadas com essa patologia rara.

COMPARTILHAR