Suzane Richthofen deixa prisão para ‘saidinha’ de Dia das Mães

A detenta Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, deixou o presídio em Tremembé (SP) às 8h10 desta quinta-feira (10) beneficiada pela saída temporária de Dia das Mães. Esse é o 3º ano consecutivo que ela é colocada provisoriamente em liberdade na data.

A saída é um benefício concedido aos presos do regime semiaberto e que tem bom comportamento. Suzane deverá retornar ao local na próxima terça-feira (15) até 17h.

Ao sair da prisão, a detenta foi recebida pelo noivo, um empresário de Angatuba (SP). Eles deixaram o local de carro. Suzane não deu entrevista.

Essa deve ser a última vez que presa obtém saída temporária no Dia das Mães. Isso porque ela pleiteia o regime aberto, desde junho do ano passado, para cumprir o restante da pena em liberdade. Ela está presa em Tremembé desde 2006.

O pedido será analisado pela Justiça – a expectativa é que isso ocorra em breve, mas não há prazo.

‘Saidinha’

Além de Suzane, outras detentas também deixavam o presídio para a saída temporária na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier. Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, também saiu da presídio nesta quinta.

Na região do Vale do Paraíba, onde ela está presa, mais de 3 mil detentos têm direito às saidinhas. Eles serão colocados em liberdade entre esta quinta e sexta-feira (11).

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR