Senador Major Olimpio morre de Covid

O senador Major Olimpio, do PSL de São Paulo, morreu vítima de Covid.

Eleito com 9 milhões de votos, Olimpio tinha 58 anos e lutava contra a doença internado na UTI do Hospital São Camilo, em São Paulo, desde o início deste mês. Ele estava intubado. Seu estado de saúde vinha se deteriorando havia alguns dias. A família pedia respeito e tentava segurar as informações, mas senadores mais próximos já sabiam que Olimpio respirava por

A notícia foi confirmada no Twitter oficial do senador na tarde desta quinta-feira (18).

“Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, senador Major Olimpio. Por lei, a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil.”

O senador havia testado positivo em 2 de março. No dia seguinte, discursou, do leito do hospital, contra a PEC Emergencial, que era votada em primeiro turno. Foi a sua última participação como parlamentar. A cena foi transmitida pela TV Senado.

Naquele dia, Olimpio escreveu nas redes sociais:

“Gostaria de agradecer todos vocês pelas mensagens de carinho e orações pela minha recuperação.Segundo o médico, meu quadro está evoluindo bem apesar da gravidade e tenho fé que em breve estou de volta ao combate!”

Olimpio pegou Covid na mesma semana em que Lasier Martins (Podemos) e Alessandro Vieira (Cidadania) também foram diagnosticados com a doença — os dois se recuperam bem.

Funcionários do gabinete de Olimpio também estão com Covid: um deles, o assessor de imprensa Diego Freire, de 34 anos, está internado em estado grave em Brasília.

Olimpio é o terceiro senador a morrer da doença: Arolde de Oliveira(PSD), em outubro do ano passado, e José Maranhão (MDB), em fevereiro deste ano, também foram vítimas da Covid.

COMPARTILHAR