Dono da Dolly é preso por fraude de R$ 4 bilhões

Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly, foi preso manhã desta quinta-feira (10) em sua casa, na Grande São Paulo, informa o G1. Investigações da polícia apontam que Codonho está envolvido em crimes de fraude fiscal, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo a matéria do G1, o montante desviado no esquema coordenado por Coutinho pode chegar a R$ 4 bilhões.

Codonho teve prisão temporária decretada. Além do executivo, foram detidos o ex-contador de Codonho e um ex-gerente financeiro da Dolly.

Informações da polícia dão conta de que Codonho teria demitido funcionários e os recontratado em outra empresa para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre outras atividades ilegais.

Dois helicópteros foram apreendidos em São Bernardo do Campo, e pelo menos um carro de luxo, em Cotia / SP.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR