Trezentos quilos de alimentos sem procedência são apreendidos em Santo Antônio da Patrulha

Foram apreendidos aproximadamente 300 kg de alimentos sem procedência. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil, por intermédio da Decon/Deic (Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor do Departamento Estadual de Investigações Criminais) cumpriu, nesta terça-feira (26), com apoio do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), mandado de busca e apreensão em Santo Antônio da Patrulha, com o objetivo de coibir abate clandestino de animais e comercialização de carnes sem procedência.

Foi realizada na Estrada da Barrocadas, interior de Santo Antônio da Patrulha, a apreensão de aproximadamente 300 kg de alimentos sem procedência, como carne bovina e suína, e em grande parte de animais silvestres abatidos e congelados, a exemplo de capivara, jacu, ratão-do-banhado, tatu, segundo constatação dos agentes do Ibama no local dos fatos. Também foram apreendidas seis aves silvestres da espécie cardeal, trinca-ferro e sanhaço frade, as quais ficaram aos cuidados do Ibama.

Também foram apreendidos diversos cartuchos de calibre .22, cartuchos de espingarda calibre 36, uma carabina de pressão, além da quantia de R$ 6.600 reais e documentos. “Em razão da apreensão desse valor em dinheiro, há indicativo de que as carnes sem procedência eram comercializadas na região”, disse o delegado Joel Wagner.

Durante o cumprimento da medida cautelar de busca e apreensão não foram encontradas pessoas na casa, porém, em decorrência da apreensão dos documentos, foi possível a identificação de dois homens, proprietários do imóvel, os quais responderão por crime contra as relações de consumo prescrito no inciso IX do artigo 7° da Lei n° 8.137/90 (pena máxima é de até cinco anos de detenção) e por crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei 9.605/98 (pena de detenção de seis meses a um ano e multa).

“A carne apreendida foi doada para a Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, ou seja, ao Zoológico de Sapucaia do Sul, para servir de alimento aos animais”, concluiu o delegado.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR