STF suspende buscas da Polícia Federal no gabinete de José Serra

Foto: A Folha do Litoral

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, concedeu, nesta terça-feira (21), liminar para suspender o mandato de busca e apreensão determinado pela primeira instância da Justiça no gabinete do senador José Serra (PSDB-SP).

O mandado faz parte da Operação Paralelo 23, da PF (Polícia Federal), que investiga suposto caixa dois na campanha de Serra ao Senado em 2014. Essa é uma nova fase da Lava-Jato, que apura crimes eleitorais. Serra nega as irregularidades.

O pedido foi apresentado pela Mesa Diretora do Senado na forma de uma reclamação, que é uma ação para questionar o descumprimento de decisões do Supremo. O Senado argumentou que o STF já decidiu que cabe à Corte determinar buscas na Casa.

Na manhã desta terça, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no apartamento funcional de Serra em Brasília e em dois imóveis do senador em São Paulo.

 

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR