Processo seletivo oferece mais de 500 vagas em Capão da Canoa

O Projeto de Lei 122/2017 que prevê o processo seletivo foi aprovado por unanimidade pelos vereadores de Capão da Canoa em uma sessão extraordinária,  realizada na tarde desta terça-feira (16), autoriza a Prefeitura de Capão da Canoa a realizar um processo seletivo com oferta de 512 vagas na área da educação.

A seleção dos candidatos deve acontecer nas próximas semanas e tem a finalidade de criar novas vagas, pois, os atuais contratos emergenciais de professores e funcionários de escolas do município terminam em fevereiro.

Convocada a toque de caixa, pois neste período os vereadores estão em recesso parlamentar, a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Capão da Canoa durou pouco mais de cinco minutos e votou em bloco uma série de medidas importantes para a comunidade. A sessão extraordinária da Câmara Municipal era necessária, pois, a realização da seleção dependia de autorização do Poder Legislativo.

Conforme o Presidente da Câmara, vereador Nenê do Krep (PSB), mesmo em período de recesso parlamentar, sessões extraordinárias podem ser convocadas.

Na sessão, o vereador Otavio  Teixeira (PSDB) solicitou que as matérias fossem votadas em bloco e sem a necessidade de leitura dos projetos, das emendas e dos pareceres. A proposição do vereador foi aceita pelos demais vereadores.

Estes são os projetos votados e aprovados por unanimidade pelos parlamentares caponenses:

Projeto de Lei Nº 100/2017

Visa prorrogar o prazo de vigência das Leis Municipais Nºs 3216/17, 3218/17, 3219/17, 3220/17, 3222/17, 3223/17, 3224/2017, que contratam em caráter excepcional servidores para a Secretaria de Obras e Saneamento, Secretaria da Saúde, Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento, Secretaria de Assistência e Inclusão Social, Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio e Gabinete do Prefeito.

Projeto de Lei Nº 107/2017

Altera o Parag. 4º do Artigo 1º da Lei Municipal Nº 1.702, de 22 de fevereiro de 2002. O projeto visa modificar o número de membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento (COMUDE).

Projeto de Lei Nº 115/2017

Prorroga o prazo da Lei Municipal Nº 3221/17, previsto no Artigo 1º, o qual aumenta em seis meses o prazo de vigência para contratação emergencial para os cargos de merendeira e nutricionista.

Projeto de Lei Nº 122/2017

Autoriza o Poder Executivo a contratar em caráter excepcional servidores para a Secretaria de Educação, no período de 12 meses e dá outras providências.

Ado Andrade

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR