Píffero fala em perseguição política e nega crimes

Ex-presidente colorado fala em perseguição política e que não cometeu nenhum crime contra o clube. A Folha do Litoral

O ex-presidente Vitorio Píffero negou nesta quinta-feira(20), que tenha cometido qualquer crime contra o Internacional.Ele ainda garantiu que está à disposição para demais esclarecimentos.

Píffero fala em perseguição política. ” Eu desafio qualquer um a provar um ato que tenha feito contra o Inter. Minhas contas estão abertas e não tenho nenhum receio. É uma perseguição política e depois de tudo isso eu vou procurar os responsáveis”,afirmou.

Sobre a denúncia do Ministério Público, apontando para  fraude e desvio de dinheiro, Piffero lembrou que comissão de sindicância feita no clube não o aponta como participante dos ilícitos.

“A peça acusatória não traz nenhum indício contra a minha pessoa. Elas concluem, no entanto, que tinha que saber, com ênfase no ‘tinha’. Novamente, desafio qualquer um a provar que fiz isso ou que peguei qualquer valor”, disse o ex-presidente.

 

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR