PGR recorre da decisão de Marco Aurélio Mello

Ministro Marco Aurélio Mello. A Folha do Litoral

A Procuradora-geral da República,Raquel Dodge, recorreu nesta quarta-feira(19), ao STF contra a decisão do Ministro Marco Aurélio Mello, que mandou soltar todas as pessoas que estiverem presas por terem sido condenadas pela segunda instância da Justiça. Essa decisão beneficiaria entre eles o ex-presidente Lula.

O pedido de Dodge será analisado pelo presidente do Supremo, Dias Tofoli. A expectativa é por uma decisão favorável a revogação ainda nesta quarta-feira.

O ministro Marco Aurélio disse afirmou:” Se o Supremo for o Supremo,minha decisão deve ser obedecida por todos os juízes”, declarou.

No recurso, Raquel Dodge defendeu a decisão do Supremo tomada em 2016 que autorizou prisões após condenação em segunda instância e  que a decisão de Marco Aurélio “fere o princípio da colegialidade” e deve ser “prontamente cassada”.

No início desta semana o presidente do STF, Dias Tofoli,anunciou que o Supremo decidirá em abril de 2019, sobre prisão após segunda instância.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR