Operação Retomada cumpre doze mandados judiciais em Xangri-lá

Um drone foi utilizada para auxiliar na ação policial. Foto: Brigada Militar

Cerca de trinta e oito policiais, entre civis e militares, deflagraram a Operação Retomada 2, no distrito de Rainha do Mar. Além dos policiais foram usados cães farejadores e um drone.

Estes Policiais são da região do litoral e a operação foi coordenada pelo Delegado Roland Short, titular da Delegacia de Xangri-Lá.

O objetivo da ação foi retirar de circulação elementos e facções criminosas.

Conforme o Delegado, durante as ações da Operação Retomada e Operação Retomada 2, foram presos doze criminosos e apreendidos dois menores.

Na ação de quarta-feira, dia 8, um adulto e um menor foram presos, além disso, houve também a apreensão de um revólver calibre 38 e maconha.

Roland Short enfatiza que o grande problema na invasão em Rainha do Mar é a troca de facções. Com o desmantelamento de uma facção durante a Operação Retomada, há seis meses atrás, uma nova facção entrou na comunidade. Com isso a Operação Retomada 2 tem como objetivo desestruturar mais uma facção oriunda da região metropolitana.

Rubenir Fernandes

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR