Operação Errores desarticula organização criminosa envolvida em roubos de veículos e outros crimes

Foto: Divulgação PCRS

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos (DRV), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), no início da manhã desta sexta-feira (26), deflagrou a Operação Errores, com objetivo de desmantelar uma organização criminosa responsável por diversos crimes e liderada por um detento da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC).

Durante as ações, aproximadamente 170 policiais civis cumpriram 80 ordens judiciais, entre mandados de prisões preventivas e temporárias, mandados de busca e apreensões, restrições judiciais em veículos e bloqueio de contas bancárias em 10 municípios do estado (Porto Alegre, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada, Charqueadas, Sapiranga, Viamão, São Leopoldo, Novo Hamburgo e Canoas).

Ao todo, 18 pessoas foram presas e uma pistola glock, munições, celulares, documentos e diversos outros objetos foram apreendidos.

O indivíduo, atualmente recolhido junto à PASC, possui antecedentes por vários crimes, como homicídio tentado, roubo qualificado, latrocínio tentado, roubo a estabelecimento comercial, estelionato, receptação qualificada, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo com numeração suprimida, falsificação de documento público, uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, ameaça e lesão corporal.

De acordo com o delegado Marco Guns, as investigações tiveram início há mais de oito meses, oportunidade em que os policiais civis descobriram a existência de um esquema criminoso orquestrado de dentro do presídio, quando o detento, com vasta folha de antecedentes policiais e condenado a mais de 100 anos de prisão pela prática de delitos graves, ordenava a prática de crimes de roubo de veículos na capital e região metropolitana de Porto Alegre.

“Após a prática desses roubos, o detento então determinava que esses automóveis subtraídos tivessem seus sinais identificadores adulterados/clonados (placas, numeração de vidros, chassi e motor), com o objetivo de oferecê-los à venda através de uma plataforma digital, por preços abaixo dos que geralmente são praticados no mercado”, explicou Guns.

Segundo o delegado Rafael Liedtke, o detento também era responsável por ordenar a falsificação do documento de porte obrigatório (CRLV) dos veículos roubados, fazendo com que as vítimas, após pesquisarem no site sobre a venda e preços desses carros, acabassem caindo no golpe cometido pela organização criminosa, depositando os dinheiros em contas bancárias registradas em nome de “laranjas” ou entregando em mãos dos estelionatários valores em espécie.

“Após efetuarem os depósitos, as vítimas dirigiam-se com o veículo recém adquirido até o Detran/RS, a fim de realizar a vistoria, oportunidade em que descobriam terem sido ludibriadas, tratando-se de carro em situação de roubo, com sinais identificadores adulterados (clonados). Os lucros auferidos indevidamente pelo detento da PASC, que já ultrapassa a quantia de um milhão de reais em dois anos de atuação criminosa, mentor desse esquema ilícito, era dividido por todos integrantes da organização criminosa, de acordo com a tarefa realizada por cada indivíduo no intento delitivo”, disse Liedtke.

Com a ação policial realizada hoje, resultaram presos os responsáveis pela prática dos roubos dos veículos, o indivíduo responsável por falsificar os documentos, as mulheres que demonstravam os carros subtraídos e já adulterados paras as vítimas, os indivíduos que ‘emprestavam’ suas contas bancárias para o depósito dos valores ilícitos, e o homem cuja atribuição na organização criminosa era a de realizar a adulteração (clonagem) dos sinais identificadores desses carros roubados.

Jorge Felipe
Michel Fontana

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR