Operação Doping prende sete pessoas no combate ao comércio de drogas sintéticas e anabolizantes

Um dos sete presos durante operação chega à delegacia, na manhã desta terça-feira. Foto Divulgação /PCRS

A Polícia Civil fez nesta terça-feira(8) uma operação denominada Doping, que visa combater organização criminosa atuante no tráfico de drogas sintéticas e anabolizantes. Durante as diligências, realizadas nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Eldorado do Sul e Arroio do Sal, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e sete pessoas foram presas.

Foram apreendidos diversas ampolas de anabolizantes, comprimidos, seringas, balança de precisão, aproximadamente 10 mil reais, celulares, entre outros objetos.

Segundo a titular da 2ª Delegacia de Polícia Canoas, delegada Miriam Luciana Elias Thomé, disse que os produtos eram vendidos por meio de aplicativo de troca de mensagens via celular e incluíam substâncias anabólicas como testosterona, estanozolol e oximetolona, entre outras, que variavam com preços entre R$ 80,00 e R$ 300,00.

“As pessoas precisam entender que mesmo a venda e o uso desses anabolizantes é crime, principalmente por se tratarem de substâncias que impactam de forma negativa a saúde pública”, salientou.

Para o Diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mario Souza, crimes como o de tráfico quase sempre envolvem outros delitos, por isso, a importância de serem combatidos e investigados minuciosamente. “O enfrentamento ao tráfico de drogas sintéticas é necessário pela forma ampla e diferenciada que os entorpecentes atingem a sociedade.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR