Operação Desmanche localiza depósito irregular em principal avenida de Capão da Canoa

Fotos: Divulgação SSP/A Folha do Litoral

A ofensiva que combate o comércio clandestino de peças automotivas fechou mais um desmanche nessa manhã no Litoral. É o terceiro desde que a Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado intensificou as ações nas praias gaúchas, há duas semanas, dentro das iniciativas da Operação RS Verão Total. O alvo localizado nesta terça-feira (21/1) chamou a atenção dos agentes da segurança. O pátio, lotado de carcaças de carros, latarias, peças e motores sem procedência, funcionava há três anos na principal avenida de Capão da Canoa, a Paraguassú.

Com apoio de uma aeronave, mais de 20 agentes participam da operação de forma integrada com as forças da SSP – Brigada Militar (BM), Polícia Civil, Instituto-Geral de Perícias (IGP), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Departamento Estadual de Trânsito (DetranRS). O local foi interditado e aproximadamente 30 toneladas de sucata automotiva foram recolhidas. Além do comércio clandestino de peças, muitas vezes oriundas de recepção de carros roubados ou furtados, a cada fase da Operação Desmanche os agentes também apuram os danos ambientais provocados pelo vazamento de óleo dos motores direto no solo. A ação desta terça-feira, foi 92ª edição da Desmanche. O dono do estabelecimento acompanhou a vistoria e foi encaminhado à delegacia da cidade para depoimento.

Também foi lavrado termo circunstanciado no estabelecimento por poluição. Será remetido relatório ao Ministério Público Estadual (MP) e à Secretaria do Meio Ambiente e Planejamento da Prefeitura Municipal de Capão da Canoa. O documento terá o auto de constatação de que o local não possui qualquer licença para o comércio de peças de veículos.

A Força-Tarefa Desmanche é uma das principais políticas públicas para enfrentar o roubo e furto de veículos. Em 2019, esse tipo de delito caiu 31% no Estado na comparação com o ano anterior. Desde a sua criação, em 2016, a Força-Tarefa já vistoriou 53 municípios do RS, interditou mais de 130 estabelecimentos irregulares e apreendeu mais de 7 mil toneladas de peças automotivas sem procedência.

Confira os 53 municípios visitados: Aceguá, Almirante Tamandaré do Sul, Alvorada, Arroio dos Ratos, Cachoeirinha, Camaquã, Candelária, Canela, Canoas, Capão da Canoa, Capão do Leão, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Curumim, Eldorado do Sul, Erechim, Estância Velha, Esteio, Estrela, Gravataí, Guaíba, Ijuí, Montenegro, Nova Bassano, Nova Prata, Novo Hamburgo, Parobé, Passa Sete, Passo do Sobrado, Passo Fundo, Pelotas, Portão, Porto Alegre, Rio Grande, Rio Pardo, Santa Maria, Santana do Livramento, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, São Sebastião do Caí, São Sepé, Sarandi, Soledade, Tapejara, Taquari, Terra de Areia, Torres, Vera Cruz, São Jerônimo e Viamão, Tramandaí e Xangri-lá.

Zete Padilha

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR