OPERAÇÃO DA PF CONTRA FRAUDE, LAVAGEM DE DINHEIRO E CORRUPÇÃO NO SUL

PF decretou a "Operação Caementa" em 13 cidades gauchas e 1 de Santa Catarina. Foto: Polícia Federal/divulgação

Uma operação da Polícia Federal(PF), nesta quarta-feira(7),no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Denominada de “operação Caementa”, é uma referência ao termo latino que significa “pedras pequenas”. Mais de 150 policiais federais e 16 auditores fiscais cumprem 37 mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão.

Cidades gaúchas de Santa Maria, Porto Alegre, Bagé, Carazinho, Caxias do Sul, Frederico Westphalen, Garibaldi, Maquiné, Panambi, Passo Fundo, Rosário do Sul, São Sebastião do Caí e Três de Maio, e em Camboriú, no Estado de Santa Catarina.

Estão sendo investigadas 14 empresas, que são controladas por um único grupo estabelecido em Santa Maria. Os empresários são do segmento de produção de concreto, extração e comércio de areia e pedra que estaria envolvido em lavagem de dinheiro e corrupção. O grupo teria sonegado cerca de R$ 180 milhões em impostos.

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais apreenderam R$ 150 mil e 20 mil dólares na residência do principal investigado. A pedido da Polícia Federal, a 7ª Vara Federal de Porto Alegre decretou a indisponibilidade de um patrimônio inicialmente estimado em R$ 81 milhões.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR