Oficinas de aprendizagem marcam dia do artesão em Capão da Canoa

Também foi realizada uma exposição dos produtores locais

A tecnologia trouxe muitas modificações na vida das pessoas, muitas profissões ficaram ultrapassadas e até mesmo acabaram ou foram substituídas, mas existem outras que permanecem mesmo com o passar dos anos e com toda inovação trazida pela tecnologia justamente por sua peculiaridade. Nesse sentido, durante a tarde de segunda-feira (19), oficinas de aprendizagem e exposição de produtos marcam o dia do artesão em Capão da Canoa.

A Prefeitura de Capão da Canoa, através da Secretaria de Cidadania, Trabalho e Ação Comunitária, em parceria com o Conselho Municipal do Artesanato, Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e Emater, participou da organização do evento.

O Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, destaca a importância da artesã e do artesão e as habilidades exigidas para executar os trabalhos. “Realmente, é uma atividade que merece todo o apoio, sabemos do número representativo de artesãs no nosso município e continuaremos fomentando essa práticas nos mais diferentes sentidos”, observa.

Capão da Canoa possui hoje 700 praticantes do artesanato cadastrados, sendo que 80% são mulheres com renda entre 1 a 3 salários mínimos. Em 2017, foram vendidas 6.655 peças com comprovação fiscal, totalizando R$ 211.517,80.
Bernardo Zamperetti

 

COMPARTILHAR