Ofensiva contra o tráfico de drogas resulta em 26 presos no Estado

Na manhã desta quinta-feira (23), a Polícia Civil realizou uma ofensiva contra o tráfico de drogas no Estado. Cerca de 60 ordens judiciais entre mandados de busca e de prisão foram cumpridos na região Norte, Sul, Costa Doce, Central e Vale dos Sinos. Ao total, 26 pessoas foram presas e um adolescente apreendido em flagrante. Diversas drogas foram apreendidas, entre elas mais de 8 mil comprimidos de ecstasy.

 

Na região norte do Estado foi deflagrada a Operação Mistura em Palmeira das Missões, Frederico Westphalen, Campo Novo e São Martinho. “Foram cumpridos 17 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão, resultando na prisão de 21 pessoas”, ressaltaram os delegados Carlos Beuter e Cristiane Van Riel Santos. Esta ação contou com o apoio da Brigada Militar e da Superintendência dos Serviços Penitenciários, no cumprimento das ordens judiciais realizadas em presídios de Palmeira das Missões e Frederico Westphalen. Também foram apreendidas porções de drogas e diversos aparelhos celulares nas casas prisionais.

 

Na Operação Travessia, deflagrada no sul do Estado, foram cumpridas 21 ordens judiciais entre mandados de busca e de prisão na cidade de Rio Grande. Segundo a delegada regional Lígia Furlanetto e o delegado Rafael Patella, na ação um dos alvos da operação foi localizado e preso. “Além da investigação do tráfico de drogas, ele é suspeito de ter envolvimento em um homicídio”, ressaltou Patella. Ainda ao longo da Operação Travessia um indivíduo foi preso em flagrante por porte de arma de fogo e um adolescente apreendido em flagrante por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. Porções de crack foram apreendidas.

 

A ofensiva realizada na região do Vale dos Sinos, mais precisamente em São Leopoldo, foi uma ação conjunta das Delegacias de Repressão às Ações Criminosas (Draco) de Caxias do Sul e de Canoas. Na Operação denominada Breaking Bad, que é um desdobramento da Operação Candy Shop, deflagrada em 2018 e que resultou na prisão de 10 pessoas em Caxias do Sul, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na cidade de São Leopoldo. “A suspeita é de que o suspeito investigado abasteceria diversos traficantes de drogas sintéticas na região metropolitana e na serra gaúcha”, ressaltaram os delegados Adriano Linhares e Thiago Lacerda. Segundo o Diretor da região metropolitana de Canoas, delegado Mario Souza, foram apreendidos 8.400 comprimidos de ecstasy em uma residência e um indivíduo de 33 anos, sem antecedentes, foi autuado em flagrante por tráfico.

 

No transcorrer da Operação Conexão, onde foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão em Lajeado e Cruzeiro do Sul, a ofensiva buscava reprimir uma associação criminosa ligada ao tráfico de drogas, furto de energia e receptação na região. Conforme o delegado Luciano Peringer um homem foi preso em flagrante durante as buscas pelo crime de furto qualificado de energia elétrica. Já na Costa Doce foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Barra do Ribeiro, na denominada Operação Frater. “As investigações apontaram que o tráfico de drogas na região também teria envolvimento com o furto e roubo de veículos”, relatou a delegada regional Carla Kuhn. Em um dos locais foi constatado o furto de energia elétrica resultando na prisão do proprietário do lugar pelo crime de furto qualificado.

 

A Chefe de Polícia, delegada Nadine Farias Anflor, destacou que diversas delegacias do Departamento de Polícia do Interior (DPI), juntamente com a 2ª Delegacia Regional Metropolitana de Canoas e o Departamento de Investigações Criminais (Deic) realizaram ações pontuais no combate ao comércio de entorpecentes no Estado. “O resultado foi bastante satisfatório, com a prisão de 26 pessoas, em um âmbito geral, e em uma grande apreensão de drogas sintéticas na região do Vale dos Sinos. Uma das frentes de combate da Polícia Civil é enfraquecer as organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas, que acabam por fomentar outros crimes como comércio de armas, furtos e roubos de veículos e receptação”, concluiu a Chefe de Polícia.

Larissa M.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR