Nova Estação de Tratamento de Esgotos de Capão da Canoa está em obras

As obras da ETE Guarani em Capão da Canoa seguem aceleradas - Foto: Divulgação Corsan

As obras da nova Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), em Capão da Canoa, seguem em ritmo acelerado. Trata-se da ETE Guarani, resultado de um investimento de R$ 23 milhões. Após a conclusão desta primeira etapa, prevista para meados do próximo ano, serão tratados 128 litros por segundo, beneficiando 80 mil pessoas de Capão da Canoa, entre moradores e veranistas.

Os investimentos da Corsan no Litoral Norte chegam a R$ 470 milhões e estão sendo direcionados para a ampliação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em Torres, Arroio do Sal, Capão da Canoa, Xangri-lá, Santo Antônio da Patrulha, Osório, Imbé, Tramandaí, Cidreira, Capivari do Sul, Palmares do Sul e Mostardas.

Parte desse investimento já estará beneficiando cerca de 350 mil veranistas na próxima temporada. A nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Capão da Canoa, que também atende Xangri-lá, foi inaugurada em março, aumentando a produção de água de 420 para 650 litros por segundo.

João Paulo Flores/Denise Camargo

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR