GRUPO CCR VENCE LEILÃO DA RODOVIA DE INTEGRAÇÃO DO SUL

Leião em São Paulo foi transmitido pelo site da B3 nesta quinta-feira Reprodução / B3

Realizado nesta quinta feira(1), na Bolsa de Valores de São Paulo,a Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR, venceu o leilão de concessão da Rodovia de Integração do Sul, ofertando o maior desconto sobre a tarifa básica de pedágio, que é de R$ 7,24. O deságio foi de 40,53%, com um valor de tarifa fixado em R$ 4,30545.

Cinco empresas participaram do leilão:Consórcio Integrasul, Ecorodovias, Sacyr, Infraestrutura Brasil Holding e Companhia de Participações em Concessões.

José Braz, representante do grupo CCR ,afirmou em coletiva de imprensa que a empresa fará um aporte inicial em torno de R$ 1,3 bilhão na concessão. “Quando houver necessidade de mais recursos faremos frente a novos investimentos”.

Os trechos concedidos são: BR-101/RS, entre a divisa SC/RS até o entroncamento com a BR-290 (Osório); BR-290/RS, no entroncamento com a BR-101 (Osório) até o km 98,1; BR-386, no entroncamento com a BR-285/377 (Passo Fundo) até o entroncamento com a BR-470/116 (Canoas); e BR-448, no entroncamento com a BR-116/RS-118 até o entroncamento com a BR-290/116 (Porto Alegre).

Durante os 30 anos de concessão, a concessionária vencedora do leilão deverá investir R$ 7,8 bilhões no trecho rodoviário. Os custos operacionais para conservação, operação e monitoramento do trecho são estimados em R$ 5,6 bilhões.

O contrato com a empresa vencedora será assinado em 9 de janeiro, já no governo de Jair Bolsonaro. A partir daí, a concessionária terá um mês para iniciar a recuperação das estradas e a cobrança de pedágio, que inicialmente será apenas nas praças da freeway, em Gravataí e Santo Antônio da Patrulha. A cobrança nos demais pontos — quatro ao longo do trecho concedido da BR-386 e uma na BR-101 — está previsto para março de 2020.

O trecho passará a contar com sete praças de pedágio distribuídas entre as BRs 101, 290 e 386. A vencedora deverá obrigatoriamente duplicar 225,2 quilômetros da rodovia até o 18º ano do prazo da concessão, resultado na duplicação integral da rodovia. Também estão previstos 78,8 quilômetros de faixas adicionais para ampliação da capacidade, além da construção de 85 novos dispositivos de interconexão, 32 passarelas de pedestres, 75,5 km de vias marginais, 59 melhorias em acessos, assim como a iluminação nas travessias urbanas e nas vias marginais.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR