Brasileira ganha prêmio por pesquisa sobre câncer nos EUA

Carolina Ferreira - Foto: Larissa Cangussu / Divulgação

A pesquisadora mineira Carolina de Aguiar Ferreira, de 32 anos, ganhou o primeiro lugar no prêmio jovem pesquisador da Sociedade de Medicina Nuclear e Imagem Molecular (SNMMI), em Reston, nos EUA.

Ela desenvolve uma forma não invasiva de detectar efeitos colaterais no tratamento de câncer e faz pós-doutorado em Boston.

Em 2018, quando participou pela primeira vez da premiação, ela ficou em terceiro lugar.Em 2019, assumiu a segunda posição. Em 2020, enfim, recebeu o título de jovem pesquisadora na categoria inovação em imagem molecular.

O reconhecimento é motivação para seguir em frente, diz Carolina, que passava cerca de 100 horas por semana no laboratório.

“O prêmio é uma validação de todos estes anos de esforço. E é esforço mesmo, muita dedicação e automotivação. Ninguém faz pesquisa pelos benefícios, que são poucos. Faz porque realmente tem paixão pela pesquisa e pelo que a pesquisa pode gerar para a população”, disse ao Estado de Minas.

Carolina passou 12 anos de pesquisa na área de terapia e diagnóstico de câncer usando radiação, a farmacêutica espera disponibilizar para o mercado um exame de imagem – feito com de material radioativo – que possa detectar precocemente, e de forma não invasiva, efeitos colaterais do tratamento de imunoterapia para o câncer. Ao identificar rapidamente sintomas indesejados, o médico pode conduzir o tratamento de forma menos prejudicial possível ao paciente. No momento, o único recurso é a biópsia.

“A imunoterapia mudou o tratamento de câncer. Hoje em dia, 50% dos casos podem ser tratados dessa forma, só que isso gera muitos efeitos colaterais, infelizmente. Desde a primeira dose até um ano depois de encerrado o tratamento”, explica a pesquisadora.

Ela quer ser professora e comandar o próprio laboratório, de preferência, no Brasil. “Quero pegar o conhecimento que tive a oportunidade de adquirir aqui fora e levar para o meu país. O meu sonho é ver o Brasil valorizar pesquisas, mas estamos longe disso”.

 

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR