Através de medida administrativa, Prefeitura economiza mais de 1 milhão de reais

Uma medida administrativa adotada pela Prefeitura de Capão da Canoa, através da Secretaria de Administração, gerou uma economia de R$1.291.023,81 aos cofres públicos até o dia 14 de junho deste ano. O movimento integra o conjunto de ações que tem como objetivo fazer uma boa gestão e aplicação do dinheiro público.

O executivo determinou a proibição do fornecimento do preço base, média de preço ou qualquer outra forma que indique o preço médio que o município está disposto a pagar por qualquer produto ou serviço, para qualquer fornecedor, por qualquer meio de comunicação. A definição abrange os pregões eletrônico e presencial, concorrência pública e carta convite.

O Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, destaca que a gestão está focada em melhorar a vida da comunidade. “São os pequenos detalhes que fazem a diferença e a nossa equipe tem como principal objetivo alcançar o bem da nossa população”, observa.

A medida é necessária, tendo em vista que o município busca o princípio da economicidade, o que, no presente caso, se dá com a busca por menores valores nas compras e contratações públicas, de forma que a divulgação de tais preços pode acarretar na impossibilidade de o município atingir valores satisfatórios.

 

Bernardo Zamperetti

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR