Ação da Receita Estadual flagra carga de papel para cigarros falsificados no Posto Fiscal de Torres

Condutores discriminavam as cargas como bobinas e papéis diversos, além de não pararem espontaneamente no Posto Fiscal de Torres - Foto: Divulgação / Sefaz / Receita Estadual

Atuando na fiscalização do trânsito de mercadorias, a Receita Estadual (RE) interceptou uma série de cargas de papel para cigarro paraguaio desacompanhadas de documentação fiscal idônea entrando no Rio Grande do Sul. As ocorrências foram registradas no Posto Fiscal de Torres, na divisa com Santa Catarina.

Conforme investigações preliminares do fisco gaúcho, há indícios de sonegação de tributos e falsificação de cigarros paraguaios em empresas situadas no Estado, de forma alternativa ao cigarro que é contrabandeado de fora do Brasil. As irregularidades verificadas já ocasionaram autuação superior a R$ 250 mil.

O próximo passo será a realização de vistorias, de auditoria fiscal e de outras medidas fiscalizatórias, apurando também a ocorrência de crime contra a ordem tributária. Para tentar evitar a abordagem da Receita, os condutores dos veículos discriminavam as cargas como bobinas e papéis diversos, além de utilizarem a pista lateral da BR-101, sem parar espontaneamente no Posto Fiscal.

Texto: Ascom Sefaz/Receita Estadual
Edição: Secom

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR