Jogadora caponense assina contrato com o Internacional

Bianca Fernandes é atleta do sub-15 do Internacional.

Bianca Fernandes é atleta de futebol e como todo jogador, sonha em jogar em um grande time. No último dia 10 ela realizou este sonho, pois, assinou contrato como atleta do Sport Clube Internacional.

Neste dia, o Inter se tornou o primeiro clube brasileiro a assinar contratos de imagem de atletas amadoras, não apenas com as jogadoras que formam a equipe principal, mas também com as atletas das categorias sub-15 e sub-17.

O Departamento Feminino de Futebol tem como gerente, Duda Luizelli, ex-atleta profissional do próprio Internacional e Seleção Brasileira e treinadora Tatiele Silveira. Desde pequena, Bianca ou Bianquinha como é conhecida, se identificou com o futebol, pois vivia correndo atrás da bola. Nas horas de folga, frequentava o ginásio São Manoel, localizado próximo de sua casa no bairro de mesmo nome em Capão da Canoa onde mora com seus pais, Anderson e Claudia e seu irmão Emerson. No ginásio, ela ficava na volta da quadra esperando uma oportunidade para poder jogar com os outros, tanto fazia, homem, mulher adulto (a). Todos no ginásio a conhecem, pois tinha o costume de jogar ali, saía da escola e retornava para o ginásio jogar. – No início tinha um pouco de preconceito dos guris, por eu ser menina, quase sempre não deixavam, mas eu estava sempre ali, esperando para jogar. Aos 12 anos, uma equipe feminina de futsal chegou no ginásio para jogar e me convidaram, eu fui, depois do treino, me convidaram para fazer parte da equipe. Comecei a jogar com elas, treinar, jogar campeonatos, torneios e amistosos, e assim se passaram dois anos, foi onde comecei a jogar realmente. Muitas coisas que aprendi foi com Rafael Henrique, ex-treinador, que me orientou, e se cresci como atleta foi por causa dele e de sua esposa, que me ensinaram a jogar corretamente. – Quanto a oportunidade de jogar no Inter, aconteceu em fevereiro quando fiquei sabendo que seria realizada uma seletiva, não pensei duas vezes. Um dia antes, meu pai me ajudou a preparar todas as coisas que tinha que levar. Já na madrugada de sábado para domingo, me ajoelhei e pedi a Deus que fizesse a sua vontade… Se eu passasse é porque ele queria, do contrário era porque não era a hora. Me acordei 6h da manhã e chamei meus pais para irmos. Chegando lá tinha uma fila enorme, mas ficamos ali. Chegou minha vez, entrei em campo e mostrei meu futebol. Bem na hora choveu, me pareceu uma chuva de bênção, que Deus estava olhando para mim. Depois que todas as atletas do sub-17 e sub-15, terminaram a Duda (coordenadora), e a Tati (Técnica), chamaram todas para falar sobre a seletiva e para falar que o resultado só iria sair na terça-feira (07/03/2017). Fomos para casa, e na terça-feira, eu estava trabalhando com minha mãe, pensei que o resultado sairia mais tarde e larguei o celular, posteriormente o peguei e já tinha gente me dando os parabéns e tal, sem entender nada me liguei que era o teste, aí chorei, me emocionei, comemorei e foi choro atrás de choro (risos). Após a primeira seletiva ocorreram mais duas avaliações, e finalmente a notícia que Bianca tanto esperava, a de que a partir daquele momento seria atleta vinculada ao Sport Clube Internacional. A rotina de treinamentos ocorre nas segundas e quartas e um sábado sim e um não. A primeira competição oficial será a “Gauchinha” em maio. Agora Bianca comemora, “assinei contrato com o INTERNACIONAL, e jogo no time do Meu Coração.

Ariovaldo dos Santos / ariovaldo_js@hotmail.com

COMPARTILHAR