Muitos os chamados

“Nem todos os que dizem: Senhor! Senhor! Entrarão no reino dos céus; apenas entrará aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”. (Mateus)

Cristo traz, pelo evangelho de Mateus, mensagem objetiva, clara e que não nos permite ilusões a respeito daquilo que falamos e do que verdadeiramente praticamos, ou seja, a teoria vivenciada através da prática.

Nossas ilusões com a vida material; tudo que nos cerca, tudo que nos proporciona conforto, prazeres, alegrias, estamos utilizando como verdadeiros cristãos?  Dividimos, compartilhamos, vemos aqueles que estão a nossa volta? Estendemos a mão?

Fica sem sentido a oração, bons pensamentos, culto do evangelho no lar, frequência regular ao templo religioso, se o coração ainda se mantém frio, calculista, objetivo, não dando vasão à consecução de boas ações. Como nos diz São Paulo, de nada vale todas as intenções se meu amor está distante da caridade.

Todos nós somos chamados permanentemente a colocar em prática o Evangelho do Cristo, sem atentarmos que as oportunidades são únicas, especificamente para cada momento que ocorrem. Não é na próxima semana que vou visitar um doente. Não é quando me aposentar que vou dedicar-me à religiosidade. Não é quando a dor me alcançar que vou dizer: Senhor! Senhor! A oportunidade é agora! Quando estou saudável, estou “vivo”! Ontem já passou, amanhã não sabemos se teremos as condições que temos hoje.

Nossas comunidades possuem instituições de benemerência aguardando mãos e mentes caridosas, cristãs, amigas que se comprometam com filhos de Deus necessitados de atenção, carinho, abraços, cuidado. Certamente as portas dessas instituições se abrirão a todos que as buscarem candidatando-se a auxiliares de Jesus.

Agindo na corrente do bem, talvez não necessitemos no futuro clamar pelo Senhor, de vez que, cada um recebe segundo suas obras.

Muitos são os chamados, mas definitivamente, os escolhidos são aqueles que escolheram o bom caminho. Aqueles que são felizes ao fazerem seus semelhantes menos infortunados, os que perfumam os locais por onde passam, que suavizam aflições, que tem olhar piedoso, enfim… Que são verdadeiramente cristãos, pois que: Amam o Cristo, amando seus semelhantes!

 

 

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR