PACIFICAR O CORAÇÃO 

            Todos temos a vã ilusão de que pacificando os outros e o ambiente que frequentamos, estaremos em paz. Grande ilusão essa, pois se não cultivarmos a paz interior, dificuldades teremos em encontra-la noutro lugar.

Pacificar o mundo inicia exatamente em nosso mundo interior, asserenando pensamentos e ações que nos perturbam, desequilibram o corpo e especialmente contaminam o espírito.

Estar em paz é sinônimo de coração amoroso, certeza da própria imperfeição, cultivo das boas ações e pensamentos, convivência pacífica com os semelhantes. É não querer que os outros mudem suas ideias para nos agradar, é esquecer as ofensas.

Construímos a paz interior aprendendo com os erros cometidos no passado e no presente, pois nossa consciência se expande com as aquisições ao longo dos tempos. Amadurecemos concenscialmente, compreendemos que não é errado emocionar-se e chorar quando a situação repercute em nossos sentimentos. Não significa fragilidade. Ao contrário, mostra a capacidade de sentir as aflições do semelhante.

A paz que construímos é a soma de nossas fraquezas, aptidões, fragilidades, responsabilidades, carências e medos, na medida em que vamos entendendo o que realmente significam e que a vida nos proporciona.

Construímos a paz, quando aceitamos os outros como são, procurando mudar as próprias imperfeições, que orgulhosamente desconhecemos em nós e encontramos naqueles que estão próximos.

Meu coração estará pacificado, quando admitir que o outro esteja com a razão. Quando percebo que não devo brigar para defender meu ponto de vista. Quando tenho humildade para aceitar pessoas com ideias e ideais diferentes dos meus. Quando percebo que não sei tudo. Quando a vontade me leva a repartir o pão com aquele que necessita tanto quanto eu.

Estar pacificado significa entender as Leis Universais, com elas conviver em harmonia, entendendo que são imutáveis e justas em todos os tempos e em todos os lugares. Paz não se busca, mas se constrói!

Mansos e pacíficos são todos aqueles que já entenderam o verdadeiro significado de suas vidas. Mudam o que podem mudar, aceitam o que não tem condições para mudar, e sabem as razões que diferenciam uma situação de outra.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR