ESMOLA E CARIDADE

Esmola e caridade, aparentemente soam como a mesma coisa para algumas pessoas, mas felizmente, com a evolução da humanidade, para grande parte da população, essa primeira – a esmola, representa apenas uma forma, uma das muitas maneiras de que se apresenta a verdadeira caridade.

Pessoas existem que se sentem constrangidas ao oferecer algo em auxílio do semelhante, acreditando ser humilhação para o que recebe. Negam com isso, a máxima do Cristo: “Amai-vos uns aos outros”.

Bons amigos da espiritualidade nos orientam que existem três possibilidades de encarar a questão: esmola sem caridade, esmola com caridade, caridade sem esmola.

Para melhor compreensão, devemos estabelecer que “esmola” é coisa que se dá: comida, dinheiro, roupas… Enquanto “caridade” é a essência do amor ao próximo e não o amor próprio. Altruísmo e não egoísmo.

Sob esse prisma, distinguimos o que realmente alcançamos com a prática de nossos atos: Temos ainda gestos que tendem a alcançar a esmola sem caridade representada por doações feitas contra a vontade as quais não podemos evitar? Auxílios com fins de propaganda, para massagear o ego? Ou já percebemos a urgência da prática da esmola com caridade? Aquela que independe de valor monetário, que não vise outro objetivo se não o de beneficiar o necessitado no aspecto material e moral.

Paulo, em sua 1ª Epístola aos Coríntios nos disse: “mesmo que eu houvesse distribuído meus bens para alimentar os pobres, se eu não tivesse caridade, de nada me serviria.”.

Aos olhos de Deus, a esmola será meritória na proporção da pureza de coração, quanto mais às escondidas seja efetuada, quanto mais delicadeza contenha, quanto menos vergonha cause a quem recebe, ou seja, quanto maior for o amor contido no próprio gesto!

Por fim, a caridade sem esmolas, aquela que julgamos ser a mais pura e difícil de praticar, pois representa o encadeamento de todas as virtudes cristãs, sendo exercitadas de inúmeras formas de que se apresenta o amor: estancar lágrimas, lavar feridas, trazer uma palavra de alívio e resignação, abraçar fraternalmente, ouvir com atenção, sorrir com delicadeza…

Importante destacar que a caridade sem esmola, embora sendo a mais plena, independe de condição financeira ou posição social.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR