JUSTIÇA SUÍÇA NEGA RECURSO DE GUERREIRO

A Justiça Suíça negou novamente recurso do atacante do Internacional, Paolo Guerreiro.Os advogados do atleta tentavam efeito provisório para que o atacante voltasse a atuar.

Assim o jogador de 34 anos deve cumprir ate 23 de abril de 2019 a totalidade da punição.

Para obter novos argumentos, a fim de buscar a liberação do jogador, os advogados de Guerrero chegaram a contar com o auxílio da Federação Peruana de Futebol, a quem a defesa culpa pela suposta contaminação do chá de coca ingerido pelo atleta, que teria provocado a ingestão de um metabólico da cocaína, o que acabou gerando a suspensão por doping.

Além de não poder atuar pelo Inter,ele não pode sequer pisar nas dependências do clube.Ocorre que, conforme o regulamento antidoping da Fifa, o jogador sancionado, fica impedido de atuar pelo clube e até mesmo de utilizar as suas instalações.

Suspenso até 23 de abril de 2019, Guerrero poderá voltar a treinar com o Inter a partir de 10 de março – quando o seu contrato com o clube também será reativado, passando a valer até 10 de março de 2022.

Guerrero seguirá treinando em Lima, capital do Peru, onde trabalha com um personal trainer, e convive com a sua família. Não há prazo para que o atleta retorne ao Brasil e, tampouco, para que volte a atuar antes do encerramento da punição.

Alexandre Pirillo

Grupo Murliki

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR