FUNÇÕES DAS ECOGRAFIAS DURANTE A GRAVIDEZ

Graças ao avanço da tecnologia a medicina encontrou um melhor desenvolvimento para otimizar seu alcance e oferecer diagnósticos e soluções precisas. No caso da gravidez, os obstetras e especialistas em perinatalogia têm nas ecografias ou ultrassons grandes aliados para supervisionar o desenvolvimento do feto como se tratassem de um paciente a mais.

Com certeza você estará agora se perguntando o que o médico pode ver através das ecografias. E para responder isso nos estenderemos um pouco, porque as funções deste método são várias.

As ecografias servem para destacar diversas más formações congênitas.
De acordo com a semana da gravidez em que se realize a ecografia, esta permitirá observar com detalhes a evolução do feto e destacar qualquer patologia a tempo. O objetivo deste método, que não é invasivo nem prejudicial, é garantir que tudo corra bem em todo esse processo.
E com certeza o papai e a mamãe estarão focados em ver os detalhes do rosto do bebê cada vez que forem fazer uma ecografia, porém enquanto nós estamos interessados em admirar cada detalhe da carinha do bebê, o médico se ocupa em fazer outras análises.

O que conseguimos ver na ecografia?
O médico se encarregará de analisar cada aspecto do feto dependendo da semana da gravidez em que se encontre. Por exemplo, no primeiro trimestre se esforçará para monitorar os sinais vitais do embrião, como as batidas do coração e de seu correto progresso até se transformar em feto.
A partir da 12ª semana, o especialista buscará sinais de alguma doença congênita ou más formações. Nessa fase é que se faz a medição do tamanho da nuca do feto, que serve para descartar a Síndrome de Down.

Junto à essa medição, o médico vigiará que estejam sendo cumpridos os sinais de desenvolvimento das extremidades, e mais à frente se poderá descobrir o sexo do bebê, o que os pais esperam ansiosos.
Através de cada ultrassom, o médico será capaz de detectar qualquer anomalia que possa colocar em perigo a vida da mãe e do bebê.
Uma vez cumprida a 20ª semana de gravidez, o doutor poderá ver os órgãos internos do bebê mediante uma ecografia com Doppler, cuja imagem por ser colorida tem um nível de nitidez maior.

Os especialistas usam a técnica do Doppler para monitorar o fluxo de sangue pelas artérias do bebê e o funcionamento das válvulas cardíacas, assim que, para muitos, é de suma importância contar com os equipamentos correspondentes, a fim de obter um panorama claro de tudo o que passa dentro do ventre.
Outra das maravilhas que se pode ter acesso com uma ecografia é conhecer o peso e o tamanho aproximado do bebê.
Neste último trimestre, o amadurecimento da placenta e a quantidade de líquido amniótico será importante. Entre os procedimentos mais avançados se destaca a ecografia com Doppler.

Quantas ecografias são recomendadas durante a gravidez?

Não existe um número mágico que indique a quantidade de ecografias que devem ser praticadas durante o controle pré-natal. Isso em virtude de que se trata de um método não-invasivo, que não compromete a saúde da mãe nem a do feto e também não tem efeitos colaterais.
Assim, fica a critério do médico ou do protocolo do sistema de saúde público ou privado, e não deve ser questionado.
Em alguns países, em cada consulta pré-natal se faz uma ecografia, enquanto que em outros lugares preferem realizar somente três: uma a cada trimestre da gravidez.

Com respeito às ecografias em 4D, que oferecem imagens do feto em tempo real e com uma nitidez de volume digna de assombro, alguns médicos recomendam que seja feita, enquanto outros sustentam que se trata de um mecanismo do qual se pode prescindir.

Contudo, os pais sempre aproveitarão as vantagens da modernidade e vão querer conhecer em detalhes o bebê que  está se formando no ventre materno, e poderão fazê-lo se assim o desejarem inclusive se a eco 4D não estiver sendo solicitada pelo doutor que está supervisionando a gravidez.
Em definitivo, uma gravidez controlada corretamente inclui realizar as respectivas ecografias, nas quais ainda pode oferecer aos pais uma imagem impressa que poderão guardar e assim relembrar esta maravilhosa etapa.

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR