Aplicativos de transporte são uma alternativa de renda e de mobilidade urbana

Em tempos de crise, o aplicativo pode ser uma grande oportunidade de gerar uma renda significativa

A mobilidade urbana passa por uma profunda transformação devido ao surgimento do serviço de transporte individual privado intermediado por tecnologia, ou seja, os aplicativos de transporte. O impacto positivo que esses aplicativos de mobilidade trouxeram tanto para as cidades quanto para as pessoas, é inegável, principalmente porque garantem o direito de usuários escolherem como querem se deslocar, e o de motoristas parceiros de gerar renda dignamente.

Esta modalidade de transporte urbano tem previsão na Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei Federal 12.587/2012) e foi regulamentada nacionalmente com a Lei Federal 13.640/2018. A norma, resultado de um intenso debate no Congresso Nacional, organiza a atividade dos motoristas parceiros de aplicativos e delega aos municípios a competência para regular e fiscalizar o transporte individual privado, mas nunca proibi-lo.

Outro impacto positivo dos aplicativos de transporte é em relação a criação de uma grande oportunidade de trabalho para os motoristas. Segundo, Émerson dos Santos, Sócio-operador do aplicativo Garupa no litoral norte gaúcho, muitos motoristas, já fazem dos aplicativos sua única fonte de renda. É uma grande oportunidade de gerar uma renda significativa, comenta Émerson. Existem também aqueles motoristas que utilizam essas plataformas para complementar renda, porém em ambos os casos o que se vê é uma grande satisfação de motoristas e usuários, nos benefícios que os aplicativos trouxeram.

O Brasil é um mercado estratégico para as empresas de mobilidade urbana, já que a deficiência do transporte público abre muito espaço para os aplicativos, cita Émerson dos Santos. Entre as grandes empresas que atuam mundialmente nesse mercado, até aquelas que são desenvolvidas em território nacional ou até regional, como no caso do Garupa (aplicativo 100% gaúcho) detém o poder de uma mudança de comportamento que não tem mais volta.

CLAÚDIO LAITANO

Quer receber A Folha do Litoral no seu e-mail?

Cadastre seu nome e e-mail e receba a edição semanal do jornal A Folha do Litoral para ler no seu tablet, smartphone ou na web.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

COMPARTILHAR